Blog Marketing, de Jeremy Wright

O título vem do último livro que li. Resolvi postar um pequeno comentário sobre ele no blog.

Sob o ponto de vista teórico, o livro não é muito bom, pois as discussões realizadas estão mais focadas em consumidor do que em teoria sobre blogs e redes corporativas. Assim, para quem espera uma abordagem sobre blog e marketing, o livro não é indicado.

Sob o ponto de vista instrumental, o livro já cumpre o seu papel, e muito bem. Ele é um manual de como utilizar o blog no ambiente corporativo de qualquer empresa. Cita exemplos e casos bem sucedidos, além de oferecer toda uma gama de possibilidades de uso. Sem falar que apresenta as principais ferramentas, os principais recursos, além de dicas de como se relacionar, através de blog, com seu consumidor e mercado.

No final do livro, eu pensei: bom, não era o que esperava. Mas isso não significa que seja ruim, pois ofereceu para mim uma visão de blog que eu necessitava conhecer: a visão de quem está interessado em utilizá-lo mercadologicamente. E sim, é uma visão diferente de uma visão que qualquer blogueiro, descompromissado ou não, não possui. E o bom é que o livro me mostrou que os blogs não podem ser encarados como meras vitrines: devem atuar como canais de comunicação, no sentido estrito do termo. Os CEO’s, funcionários e a própria empresa devem usar os blogs como canais acessíveis de crítica, sugestões e integração com seu público-consumidor.

Agora começarei “Reconhecimento de padrões” de William Gibson. Dizem que é essencial para entendermos o conceito de cool hunter (= caçador de tendências) além de aperfeiçoarmos nosso feeling para a coisa.

Conheça nosso novo projeto:
www.atlasmedialab.com